CAUSAS DE MANCHAS VERMELHAS NA PELE QUE COÇAM

porexame

CAUSAS DE MANCHAS VERMELHAS NA PELE QUE COÇAM

CAUSAS DE MANCHAS VERMELHAS NA PELE QUE COÇAM
5 (100%) 4 votes

Conheça as principais doenças que podem causar lesões de pele avermelhadas e que provocam intensa coceira.

Chamamos de rash o aparecimento de uma ou mais manchas avermelhadas na pele. O rash pode ser assintomático, mas, na maioria das vezes, vem acompanhado de outros sintomas, tais como coceira, febre ou dor local.

Como existem dezenas de doenças que podem causar manchas vermelhas na pele, desde alergias até quadros infecciosos, a presença destes outros sintomas associados nos ajudam a estabelecer os diagnósticos mais prováveis.

Neste artigo nos vamos falar sobre as 8 causas mais comuns de rash pruriginoso, ou seja, manchas vermelhas na pele que causam coceira.

 

As seguintes causas de rash pruriginoso serão abordadas neste texto:

1- Urticária.
2- Pitiríase rósea.
3- Dermatite atópica.
4- Picada de mosquito.
5- Dermatite de contato.
6- Dermatofitoses (micose de pele).
7- Intertrigo (candidíase de pele).
8- Escabiose (sarna).

1 – URTICÁRIA

A urticária é uma das causas mais comuns de rash pruriginoso. Cerca de 20% da população apresenta pelo menos um episódio da doença em sua vida.

As urticárias de origem alérgica são as mais comuns e costumam aparecer logo após o contato com a agente causador. O tempo varia entre poucos minutos até 1 ou 2 horas. As principais causas são:

  • Antibióticos.
  • Aspirina.
  • Anti-inflamatórios.
  • Picadas de insetos, principalmente abelhas e vespas
  • Contato com látex.
  • Alimentos, tais como ovos, leite, frutos do mar, soja, corantes (mesmo os naturais), nozes e amendoim.
  • Contato com substâncias, incluindo plantas, pólen, saliva de animal, tinta, resinas, perfume, detergente…
  • Apesar de ser frequentemente tratada como um processo alérgico, a verdade é que a urticária pode também ser desencadeada por reações não alérgicas. Infecções virais ou bacterianas, parasitas, exposição ao calor ou frio e exercício físicos são apenas alguns exemplos de gatilhos não alérgicos da urticária.As lesões de pele da urticária são geralmente múltiplas, avermelhadas e coçam intensamente. As manchas costumam ter relevo e pode ter tamanhos variados, mas são, em geral, sempre arredondas. Em alguns casos, as manchas vermelhas podem se aglutinar e formar grandes placas. Quando pressionada com o dedo, a lesão da urticária tende a evanescer de forma efêmera, voltando a assumir a cor vermelha assim que retiramos o dedo.

    A urticária aguda dura poucos dias, em geral de 1 a 5, mas há casos que podem demorar um pouco mais para sumir. Ao longo do dia novas lesões podem aparecer, e as mais antigas podem desaparecer, criando um padrão transitório e migratório do rash. Cada lesão individualmente costuma desaparecer em no máximo 24 a 36 horas.

    Continua depois da Publicidade: 


     

    2 – PITIRÍASE RÓSEA

    A pitiríase rósea é outra causa extremamente comum de manchas vermelhas na pele com intensa coceira. Não sabemos exatamente por que a doença surge, mas estudos sugerem que ela seja provocada por alguns dos vírus da família do herpesvírus humano, tais como o herpesvírus humano 6 (HHV-6) e o herpesvírus humano 7 (HHV-7), os mesmos que causam nas crianças uma doença completamente diferente, chamada exantema súbito ou roséola infantil

  • Na maioria dos casos, o rash inicia-se com uma única lesão arredondada, de cor rósea, com leve descamação e, habitualmente, do tamanho de uma moeda. Alguns dias depois, novas lesões, semelhantes à primeira, mas de tamanho menor, começam a surgir pelo tronco e ao redor das virilhas. Essas manchas avermelhadas podem ser muito pruriginosas e demoram de 1 a 3 meses para desaparecer. Neste período, novas lesões podem ir surgindo ao longo do corpo.Com o passar dos dias, as lesões vão adquirindo uma forma de anel, com o centro mais claro e as bordas avermelhadas e com descamação.

    3- DERMATITE ATÓPICA – ECZEMA ATÓPICO

    A dermatite atópica, também chamada de eczema atópico, é um rash de pele que costuma ser bem pruriginoso, principalmente à noite. É uma erupção muito comum em bebês e crianças, mas pode também acometer adultos. Em cerca de 85% dos casos, a dermatite atópica surge dentro dos primeiros 5 anos de vida.

    O eczema atópico é uma condição crônica, com períodos de melhora alternados com fases de agravamento do rash. Cerca de 40% das crianças deixam de ter a doença espontaneamente ao chegarem à vida adulta. No restante dos casos, esta dermatite não tem cura, permanecendo pelo resto da vida.

    As causas da dermatite atópica são desconhecidas. Apesar do nome sugerir um processo alérgico, atualmente sabemos que a dermatite atópica não é uma alergia, mas sim um problema que surge por defeitos genéticos de algumas proteínas da pele.

  • A dermatite atópica surge habitualmente em áreas de dobras, como as dobras dos joelhos, o pescoço e as dobras dos cotovelos. Os sinais e sintomas da dermatite atópica podem variar muito de pessoa para pessoa. Os mais comuns são:– Intensa coceira, que costuma ser pior à noite.
    – Manchas ou placas avermelhadas/acastanhadas, especialmente nas mãos, pés, tornozelos, pulsos, pescoço, tórax superior, pálpebras, dobras dos cotovelos e joelhos. Nas crianças, o rosto e couro cabeludo também costumam ser acometidos.
    – Pele seca, escamosa ou rachada.

    4- PICADA DE MOSQUITO

    Picadas de mosquitos são causas comuns de manchas vermelhas na pele com comichão. Durante a picada, os mosquitos injetam a sua saliva, que tem ação anticoagulante É a saliva do mosquito que costuma causar as reações alérgicas nas pessoas. Na maioria dos casos, a reação à picada é pequena e localizada, sendo o sintoma mais habitual uma pequena elevação avermelhada na pele com intensa coceira.

  • Os sintomas da picada costumam surgir dentro de 20 minutos e podem demorar até 2 dias para desaparecer. Quanto mais sensível a pessoa é à saliva do mosquito, mais extensa e mais intensa costuma ser a reação à picada. Inicialmente, a lesão pode ser elevada, com um centro mais claro e as bordas avermelhadas. Como o passar dos dias, as lesões ficam mais planas e homogeneamente vermelhas.Algumas pessoas pessoas apresentam uma sensibilidade maior que o normal às picadas de mosquito, desenvolvendo um quadro chamado prurigo estrófulo. São pessoas que, após uma única picada, desenvolvem várias lesões avermelhadas e pruriginosas, como se tivessem sido atacadas por vários mosquitos ao mesmo tempo em diferentes partes do corpo. No prurigo estrófulo, as lesões podem duram até 1 mês.

    5- DERMATITE DE CONTATO

    A dermatite de contato é uma irritação da pele provocada pelo contato direto com alguma substância irritante. Existem duas formas de dermatite de contato. A mais comum é aquela causada por contato da pele com substâncias naturalmente irritantes, ou seja, substâncias que provocam irritação em praticamente todo mundo. A segunda forma é o contato da pele com substâncias na qual o paciente é alérgico. São, geralmente, substâncias que não provocam reação na pele da maioria das pessoas, apenas em quem é alérgico, como por exemplo, pessoas que tem alergia a luvas de látex.

    Continua depois da publicidade: 


    Várias substâncias e objetos podem causar dermatite de contato, entre elas: bijuterias, a planta hera venenosa, látex, perfumes, borracha, couro, sabonetes, etc.

  • O principal sinal da dermatite de contato é o surgimento de um rash avermelhado, que na forma alérgica causa coceira, e na forma irritativa provoca ardência. Pequenas bolhas e rachaduras da pele também podem surgir. As lesões da dermatite de contato tendem a ficar restritas às áreas da pele que tiveram contato com a substância nociva.Na maioria dos casos, essa dermatite desaparece após alguns dias, caso o paciente não tenha mais contato com a substância que desencadeou a lesão.

    6- DERMATOFITOSE (MICOSE DE PELE)

    As micoses superficiais da pele são chamadas de dermatofitoses ou tínea. Os fungos dermatófitos, isto é, que provocam dermatofitoses, são os dos gêneros Trichophyton, Microsporum ou Epidermophyton. A dermatofitose é uma micose diferente da candidíase, que costuma provocar intertrigo

As dermatofitoses podem acometer diversas áreas do corpo, como couro cabeludo, pés, barba, unhas ou tronco e membros. As micoses de pele são contagiosas e podem ser transmitidas pelo contato com roupas de cama, toalhas ou roupas comuns.

Os principais sintomas da micose de pele são a coceira e a vermelhidão local. A tínea geralmente começa com uma placa ou mancha avermelhadas e de formato ovalado, cujo o centro tende a clarear com o passar dos dias. Se não for tratada, as lesões costumam se expandir em forma de círculos. A tínea cruris, que é a micose que acomete as virilhas, também pode se apresentar como uma grande placa vermelha na face interna de ambas as coxas.

 

7- INTERTRIGO (CANDIDÍASE DE PELE)

O intertrigo candidiásico é uma micose de pele causada pelo fungo Candida, que acomete preferencialmente as áreas intertriginosas, ou seja, áreas onde há contato de duas peles, como, por exemplo, as virilhas, axilas, bolsa escrotal, região inferior das mamas ou a região entre os dedos.

Essas áreas de dobras são especialmente susceptíveis ao aparecimento do intertrigo, pois são regiões úmidas e quentes, o que favorece a proliferação de germes, principalmente de fungos.

A candidíase de pele se manifesta por placas bem avermelhadas na pele, com leve descamação e pequeno pontos vermelhos ao seu redor. Essas lesões podem coçar ou arder e se localizam em áreas de dobras da pele.

Nos bebês, a candidíase de pele é comum nas áreas cobertas pela fralda.

 

8- ESCABIOSE (SARNA)

A escabiose, conhecida popularmente por sarna, é uma doença de pele causada pelo ácaro Sarcoptes scabiei. A sarna é uma infecção contagiosa, que pode se espalhar rapidamente através de contato físico próximo, como aquele ocorre entre pessoas quem moram na mesma casa ou com crianças em creches.

O sintoma clássico da escabiose é uma coceira difusa pelo corpo, que costuma ser mais intensa à noite. As lesões típicas da escabiose são pequenos pontinhos ou bolinhas avermelhadas e com relevo. Em alguns casos, as lesões podem ser tão pequenas que podem ser camufladas pelos arranhões causados pela intensa coceira.

Os locais mais envolvidos pela sarna são as mãos, punhos, cotovelos, axilas, mamilos, áreas ao redor do umbigo, genitália, joelhos, nádegas, coxas e pés. As costas são habitualmente poupadas e a cabeça, palmas e solas só costumam ser acometidas em crianças.

 

 

fonte:mdsaude

Veja:

Sobre o Autor

exame administrator

1 comentário até agora

altair bragagnoloPostado em12:43 pm - nov 6, 2017

exelente

Deixe uma resposta